quarta-feira, julho 18, 2007

Batismo de Vôo

Era para ser a primeira AeroGeocachada. :-)


Desde hà uns tempos que o Ricardo me tinha convidado para dar uma volta de avião ultra leve e conciliar com a procura de algumas caches.

Hoje, finalmente surgiu a oportunidade que ficou marcada desde hà uns dias. Tudo preparado e acho que nem dormi sossegado (se é que eu durmo...) com a excitação do que se avizinhava.

O plano era passar pela casa do Ricardo, rumarmos ao aerodromo de Benavente, voar até ao junto à zona Este da Lagoa de Óbidos, procurar a cache "Vista para a Aberta" e, se desse tempo, uma vez que o Ricardo tinha que trabalhar de tarde, procurar a "Ólha os Passarinhos", ambas do McPenha.


Chegado ao aerodromo foram feitos os preparativos, a começar por esvaziar o hangar de alguns aviões









para o "Spirit of Benavente", que estava lá no fundo, poder sair para a pista.










































Depois, seguiu-se uma análise minuciosa do estado do motor e diversos componentes da areonave. Perguntei em jeito de comentário se nestas situações o Piloto interpreta todos os papeis e assim me foi confirmado. É notável, e até reconfortante para quem se ia estrear nestes vôos, o cuidado com que o aparelho foi verificado. :-)




































E chegou o momento de entrar dentro da máquina.


No meio de todos aqueles aparelhómetros deu para identificar um PDA PPC e um GPSr GlobalSat BT... "Ok, tou em casa..." ;-)






Depois veio a surpresa da utilização do sistema audio do aparelho - "ui, que luxo!" - pensei eu. Mas justifica-se plenamente porque senão o motor não deixaria que os tripulantes se ouvissem um ao outro.


















Pormenores como a carta aeronautica agarrada, com uma fita de velcro, à coxa esquerda do Ricardo e a verificação minuciosa da check list de descolagem não me passaram despercebidos e ajudaram a tranquilizar-me, embora nunca me tivesse sentido muito preocupado quanto ao vôo. Sabia que era uma aeronave muito mais sujeita aos caprichos dos ventos mas estava tranquilo. Contudo, o Ricardo esteve excelente no briefing que fez dizendo-me que se, após estar no ar, sentisse dúvidas ou problemas, podia dizer à vontade que ele voltava para trás e não havia problema nem constragimento por se estar a cancelar planos.




















E veio o momento da descolagem!

Após alguns minutos, quando a aeronave estabilizou a altitude, comecei a confirmar que o meu estado de espírito era o esperado; tranquilo, com uma grande satisfação e apenas me fez alguma confusão olhar para baixo e, junto à minha coxa direita, ver o chão a cerca de 2.000m lá em baixo - perdão! 350, 400 mas para mim pareciam 2.000. ;-) É que naquela linha de visão não se via o chão do avião mas, sim, as pastagens lá embaixo e as vaquinhas a pastar. ;-)


Mas o avião progredia e as paisagens revelavam-se agradabilíssimas.




































Entretanto o Ricardo começava a ver, ao longe, a confirmação dos seus piores receios; um dia mais ventoso que o esperado segundo a meteorologia - "se eu falhasse na minha profissão como os metereólogos, era despedido...." - que mais tarde veio a confirmar-se, logo após ter-se sobrevoado o Rio Tejo, começaram a sentir-se fortes ventanias e o avião "a ir para onde o vento o leva e não para onde eu quero". Ao que se seguiu a decisão mais que acertada - "Temos que voltar para trás. Dá-se aqui uma voltinha e prontos. Nestas situações hà que saber dizer 'Não' ". Como esperado, o Ricardo mostrou dominar todos os aspectos de uma pilotagem conhecedora e consciente. Forçar a situação, decidindo com o coração em vez da cabeça, seria colocar ambos em risco.

Ele esteve Excelente em todos os aspectos. :-)






Assim, lá regressámos ao aérodromo de Benavente,
















.

.

.

e aterrámos em segurança tendo corrido tudo bem! :-)


















(quer dizer, esta foto era para ter sido um pequeno filme mas com a excitação do momento, deixei a máquina em modo de foto e andei com ela no ar a pensar que estava a filmar...)



Depois, foi altura de arrumar o aparelho,



fazer o registo do vôo,





e fotografar o Piloto que conseguiu fazer o curso em tempo record no Aérodromo de Benavente. :-)




E no final até tive direito a um Diploma de Baptismo de Vôo! :-))
























Eu? Limitei-me a não me borrar todo...




Obrigado Ricardo! :-)
(e desta vez só gastei a primeira palavra do teu nome ;-) )


Aqui ficam uns pequenos filmes de algumas fases do vôo:


Um, dois e três e um GMaps com a track e algumas fotos georeferenciadas. :-)


2 comentários:

Pedro disse...

Parabéns pela tua estreia! Agora tens que repetir num dia menos ventoso! Voar é de facto uma das sensações que mais calma transmite, eu adoro voar e muito de fotografia tanto aérea como aos próprios aviões!

ricardobsilva disse...

Eu é que tenho de agradecer pelas simpáticas palavras que aqui deixaste :) E está visto que estavas atento a tudo o que dizia e fazia. Quanto às condições metereológicas de facto não estavam as melhores. Mas como não ultrapassámos os limites nem da máquina nem do piloto, decorreu tudo de forma agradável. Mas os planos da AeroGeocachada não ficam anulados, simplesmente adiados :) Um abraço.